(+55 11) 3081-3556 contato@polzer.com.br

Author:

Ações de sustentabilidade – Copos descartáveis

Para fazer o download do vídeo, clique com o botão direito sobre o vídeo e selecione: “salvar o vídeo como”

Ações de sustentabilidade – Plástico de uso único

 

Para fazer o download do vídeo, clique com o botão direito sobre o vídeo e selecione: “salvar o vídeo como”

Como implantar a coleta seletiva no seu condomínio?

Esse manual tem como objetivo ajudar moradores, síndicos e administradores de condomínios a implantarem a coleta seletiva.

Baixem o manual no link: POL-MAN-RSU-001-00_Manual gestão de RSU São Paulo

Sustentabilidade nas empresas no retorno das suas atividades

A pandemia do Covid-19 causou e causará mudanças comportamentais voltadas a proteção da saúde pública. Então, como nos proteger, retomar as nossas atividades econômicas e sociais e não causar danos ao meio ambiente? Esse texto tem como objetivo responder essas e outras questões e provar que é possível ser sustentável e garantir a saúde de todos.

 

Qual a relação entre o meio ambiente e o nosso estilo de vida?

Estamos muito atrasados quando falamos em desenvolvimento sustentável. A ideia por trás desse conceito seria o equilíbrio entre os ganhos econômicos, o impacto das atividades sobre o meio ambiente e o respeito ao ser humano, garantindo os recursos naturais para as próximas gerações.

Muitos estudos publicados sobre as mudanças climáticas são unânimes em dizer que fomos longe demais. Estamos eliminando as florestas e reservas naturais, não respeitamos os animais e o seu habitat, enterramos dinheiro quando enviamos tudo para os aterros sanitários, parte da população não tem acesso a saneamento básico de qualidade e ainda vive em condições subumanas.

É necessário rever os nossos valores e hábitos. Devemos fazer um esforço conjunto ou iremos caminhar para a nossa extinção. Valorizar a família, os amigos, a natureza, as experiências em detrimento ao acúmulo de objetos. Ter mais valor ao invés de ter mais coisas. Cada ação representa um impacto ao meio ambiente e temos que gerar mais impactos positivos que negativos.

 

Sempre evoluir, nunca regredir

Em muitas empresas conseguimos substituir os copos e outros descartáveis. Seria uma regressão voltar a utilizar descartáveis com a falsa ideia de proteção à saúde pública. Ao utilizar descartáveis aumentamos a contaminação de toda a cadeia, do coletor de resíduos, às cooperativas de catadores. Os copos ficam em um display, que tem contato com todos que passam no local. Ao passo que, a caneca permanente não é compartilhada, cada funcionário tem a sua e é responsável pela higienização. Poucas pessoas pensariam em utilizar descartáveis em suas casas, então por que temos que usar no trabalho? Além disso, o uso de itens permanentes representa melhor custo benefício para a empresa, um fator importante em um momento de redução no faturamento.

Essa fase que estamos vivendo é um alerta para evoluirmos e isso significa reduzirmos a nossa pegada ecológica. É tempo de refletir sobre as atividades e buscar soluções que sejam corretas do ponto de vista econômico, social e ambiental.

 

Dicas de sustentabilidade para a sua empresa

As dicas a seguir tem como objetivo proteger a saúde das pessoas de forma sustentável e incentivar novos hábitos dentro da sua empresa:

  • Forneça máscaras de pano laváveis de micro empreendedores. É mais econômico, não geramos resíduos e ainda ajudamos pequenos negócios;
  • Estimule que cada funcionário tenha os seus utensílios permanentes e seja responsável pela sua higiene, sem compartilhamento: caneca, conjunto de talheres, toalha de mão, canudinho de metal, pote permanente da marmita, garrafinha de água etc.;
  • Mantenha as saboneteiras sempre abastecidas e promova campanhas para a lavagem correta das mãos (os microrganismos são eliminados durante a lavagem com água e sabão, a etapa de secagem tem pouca influência na higienização podendo ser realizada com secadores elétricos, papel toalha ou cada usuário ter a sua toalha permanente de pano);
  • Incentive a não geração de resíduos, buscando soluções para a redução no uso de papel e plástico, por exemplo;
  • Separe os resíduos recicláveis para a cooperativa de catadores de forma adequada, os resíduos precisam estar limpos e organizados. Se possível armazene por mais tempo os materiais antes de descartar;
  • Incentive e implante a compostagem dos resíduos compostáveis (borra de café, cascas de frutas e verduras, sachês de chá etc.);
  • Respeite o distanciamento, evitando aglomerações;
  • Promova reuniões e atividades de forma virtual sempre que possível;
  • Valorize e envolva a equipe nas ações de sustentabilidade, oferecendo treinamentos e workshops sobre o tema.

Por isso, é que acreditamos que pequenas ações movem o mundo. Todas essas ações somadas, cada um fazendo a sua parte, evitaremos novas pandemias e teremos um ambiente mais saudável e justo para cada ser vivo.

Obrigada,

Equipe Polzer Ambiental

Consultoria focada em projetos de desenvolvimento sustentável.

@polzerambiental

www.polzer.com.br

Salão do automóvel

Menos resíduo, mais valor! – Salão do automóvel

O salão do automóvel em São Paulo representa o que há de mais moderno no automobilismo e ocorre a cada dois anos desde 1960. Embora muitos carros apareçam com soluções sustentáveis de economia de recursos, substituição de combustíveis fósseis por fontes de energia sustentável como a elétrica, solar, e o hidrogênio, o evento ainda não se preocupa com a simples separação de resíduos.

Todos os resíduos são misturados num único coletor; os operadores de alimentos e bebidas utilizam muitos copos, pratos e talheres descartáveis e aparentemente nada disso é aproveitado, mas nós podemos mudar isso com simples alteração de fluxos de resíduos e procedimentos, trazendo benefícios econômicos e ambientais.

Campanha – Menos resíduo, mais valor!

Nas minhas andanças por aí resolvi criar uma série de apontamentos sobre os resíduos no meio urbano. A ideia é chamar a atenção para o desperdício de recursos e o poder que temos como consumidores de exigir mudanças rumo ao desenvolvimento sustentável!

Acompanhe os posts e seja também um agente de mudança!

CASACOR 2018 – 99% de valorização

A CASACOR, é maior mostra de design e arquitetura da America Latina, todas as tendências e novidades do setor passam por esse evento.

A Polzer Gerenciamento Ambiental tem o orgulho de ter participado da edição 2018 de São Paulo e ter conseguido atingir 99% de valorização dos resíduos sólidos gerados.

Esse número é fruto do trabalho conjunto dos profissionais envolvidos na gestão da CASACOR e também na consultoria ambiental da Inovatech.

Dessa forma, conseguimos atingir bons resultados, aproveitando os materiais para o reúso através das doações para ONGs e Instituições e da reciclagem dos demais materiais. Apenas 0,68% dos resíduos produzidos em todo o evento foram encaminhados ao aterro sanitário.

Confira os números dos materiais reciclados e reaproveitados:

  • 1.112 m³ / 1.668 t – Entulho – recicladoras que transformam o material em agregado não estrutural
  • 494 m³ / 371 t – Gesso – indústrias de refratários
  • 294 m³ / 147 t – Madeira – biomassa / doação para ONGs
  • 52,267 t – Papel, plásticos, metais, vidro e isopor – reciclagem
  • 8,772 t – resíduos orgânicos transformados em adubo (equipamento Dar Vida)
  • 61 t de materiais doados para ONGs.

 

Total gerado: 2.323,74 t

Valorizado: 2.307,86 t (99,32%)

Não valorizado: 15,88 t (0,68%)

 

 

 

Polzer Gerenciamento Ambiental é uma empresa que visa reduzir o impacto ambiental através de estratégias para a redução dos resíduos na origem, reúso e reciclagem. O objetivo é transformar os resíduos, ou aquilo que é considerado lixo, em recursos, inserindo novamente este material no ciclo econômico. A prioridade para os resíduos gerados são os pré-tratamentos que envolvem técnicas como a reciclagem, e a compostagem.

O foco da edição CASACOR 2018 foi a educação ambiental, engajando a todos nas práticas de sustentabilidade voltados a prevenção e redução da produção de resíduos, observando o tema de 2018 – Casa Viva – sendo uma das suas premissas a construção seca, de baixo impacto ambiental.

Foto – uso de estrutura metálica, exemplo de material que pode ser desmontado e reaproveitado

Durante a montagem e a desmontagem, as estratégias foram voltadas para o aproveitamento dos resíduos de construção civil produzidos nos canteiros de obras e a sua correta separação e organização para a reciclagem.

Os resíduos orgânicos produzidos neste período por mais de 3500 funcionários que passam pelos espaços em construção e desmontagem também foram aproveitados através da compostagem, gerando adubo. Para isso, foi realizada uma separação no refeitório, instruindo os colaboradores a separar a marmita em isopor, dos demais recicláveis e das sobras de alimento. Com a separação feita na origem o alimento livre de contaminantes era transformado em adubo através do equipamento da Dar Vida em apenas 40 minutos.

 

Fotos da separação dos resíduos no refeitório em:

  • orgânicos (restos de alimentos);
  • marmitas de isopor
  • recicláveis (garfos, copos, garrafas de plástico, latinhas, etc.)

 

 

 

 

 

 

Foto – material reciclável produzido em um dia típico do evento, separado para a reciclagem. 

Os materiais recicláveis separados durante todo o evento foram destinados para cooperativas de catadores e aparistas. Além de todos os benefícios ambientais, o evento também trouxe benefícios sociais como a geração direta de 7 empregos e indireta de diversas famílias que receberam e beneficiaram os materiais para a reciclagem.

 

 

 

 

 

Fotos dos treinamentos de conscientização ambiental. Tudo começa pela educação!

Recepcionistas que trabalham no evento também passam por nossa palestra de conscientização, o objetivo é plantar uma semente rumo ao desenvolvimento sustentável, para que possamos mudar nossos hábitos e garantir um futuro melhor para as próximas gerações.

Todos os restaurantes são orientados a separar os resíduos em três frações: orgânicos, recicláveis e rejeitos. Cerca de 3 a 4 vezes por semana a equipe de gestão de resíduos (Polzer) visita as cozinhas para verificar a separação na fonte, orientar e tirar dúvidas que vão surgindo. Também fornece sacos de nylon para armazenamento das garrafas de vidro e etiquetas para a identificação dos sacos.

Treinamentos de reforço com a equipe de limpeza ocorrem durante a rotina dos grupos diurnos e noturnos de forma a corrigir algumas falhas e promover melhorias no processo.

 

 

 

 

 

Foto da distribuição do adubo na CASA SUSTENTÁVEL.

Durante o evento também distribuímos mais de 1000 sacos de adubo para os visitantes com o passo a passo para fazer compostagem natural em casa. Todos podem adquirir esse hábito e transformar cascas de frutas, verduras, migalhas, borra de café, cascas de ovos e outros resíduos orgânicos em alimentos para plantas.

Obrigada a CASACOR, Inovatech e toda a equipe da Polzer que participou desse evento!

Agradecemos também aos nossos parceiros: Engeilha, Ciclopel, Dar Vida, Proecologic, Morada da Floresta e todas as cooperativas de catadores que receberam nosso material.

Compre um minhocário e ajude animais resgatados!

Comprando os produtos da Humi (minhocário) da Morada da Floresta através da Polzer destinamos 5% do valor da venda para as Patinhas Amigas, grupo de voluntários que resgata animais abandonados!

COMPRE AQUI!

É o mesmo valor da Morada da Floresta, você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda os animais!

Conheça o trabalho do Patinhas Amigas!

Compre um minhocário e ajude animais resgatados!!!

Comprando os produtos da Humi (minhocário) da Morada da Floresta através da Polzer destinamos 5% do valor da venda para as Patinhas Amigas, grupo de voluntários que resgata animais abandonados!

COMPRE AQUI!

É o mesmo valor da Morada da Floresta, você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda os animais!

Conheça o trabalho do Patinhas Amigas!

CASACOR – Reaproveitamento e reciclagem

Esta é a última semana da mostra CASACOR São Paulo, se você ainda não visitou venha e confira também a nossa central de triagem de resíduos e compostagem.

Na CASACOR conseguimos valorizar 98% dos resíduos algo inédito no setor. Essa valorização é fruto do trabalho conjunto da CASACOR, POLZER, Inovatech e todos os parceiros e colaboradores presentes na mostra.

Confira o vídeo: https://globoplay.globo.com/v/6888945/programa/

A Polzer Gerenciamento Ambiental é uma empresa focada em sustentabilidade. Desviando os resíduos do aterro sanitário reduzimos custos para o cliente e ainda trazemos benefícios ambientais e sociais.

Suécia – Valorização de 99% dos RSU

Você sabia que um sueco gera em torno de 420 kg de resíduos por ano? A cidade de Borås na Suécia, criou esse totem para chamar atenção dos cidadãos sobre a quantidade gerada e ajuda-los a reduzir essa geração e destinar corretamente o que for gerado. Apesar da grande geração o país consegue desviar 99% dos seus resíduos para a reciclagem, compostagem, biodigestão e valorização energética, menos de 0,7% vai para os aterros sanitários.

Que a Suécia seja a nossa inspiração, não é impossível e essa mudança começa com cada um de nós. Você já separou seus resíduos hoje? E os orgânicos, vamos compostar?

Foto: Polzer, 2014.

CASACOR rumo ao zero waste!

Na CASACOR conseguimos reutilizar e reciclar 98% dos resíduos gerados. Tudo é aproveitado, nada se perde. Visite a mostra e venha conhecer a nossa central de valorização de resíduos.

Durante a montagem do evento conseguimos valorizar 99,5% dos resíduos gerados, desviando os materiais para a reciclagem, compostagem e doação.
O entulho encaminhamos para uma empresa que transforma os resíduos em agregados não estruturais, sendo amplamente utilizado em pavimentações de ruas e calçadas.
O gesso é encaminhado para as cimenteiras e fábricas de refratários.
A madeira, parte foi doada para as equipes que estavam trabalhando no evento e para ONGs e o restante é encaminhado para biomassa e reúso como cavaco e peças de artesanato.
Os materiais recicláveis são encaminhados para as cooperativas de catadores e aparistas.
Resíduos de terra, sobras de tapete de grama, areia, pisos, tecidos, etc., tudo o que for possível aproveitar é destinado como doação.
Os resíduos orgânicos do refeitório e as podas de jardinagem e varrição de folhas vão para a compostagem. Durante a montagem conseguimos compostar 1 tonelada e esperamos terminar o evento com 5 toneladas. Parte do adubo gerado foi utilizado pelos paisagistas nos próprios espaços.

Observação: Foto do espaço Syhaus / Arthur Casas

 

Produtos de limpeza – enzima cítrica

Continuando o post sobre produtos de limpeza segue uma receita simples para fazer a enzima cítrica.

A enzima cítrica pode ser utilizada para diversas finalidades mas aqui iremos utilizá-la como base de produtos de limpeza.

Num pote na geladeira guarde bagaços e cascas de limão e laranja, pode deixar picados.

Receita da enzima cítrica:
– 3 partes de cascas e bagaços de cítricos (limão e laranja)
– 1 parte de açúcar
– 10 partes de água

Misture tudo num pote de vidro ou plástico e deixe guardado por 3 meses abrindo de vez em quando para liberar o gás da fermentação, não encha até a tampa, sempre deixe um espaço para a formação do gás. Depois de três meses coe o líquido e utilize a enzima diluída para limpeza em geral.

Como utilizar?

Desinfetante e limpeza de pisos em geral – dilua em água.
Para superfícies muito encardidas, rejuntes de banheiro pode usar puro e se quiser adicione bicarbonato no final.

Lavagem de roupas – 1 litro para cada 20 litros de água – substitua o sabão em pó e amaciante

Condicionador de cabelo – 1 parte da enzima para 1 parte de água – Substitua o condicionador tradicional.

Desodorizador de ambiente – 1 parte da enzima para 1 parte de água. Pode utilizar um borrifador ou deixar em um difusor.

Composteira caseira

O que é compostagem?

É a transformação dos resíduos orgânicos (restos de alimentos, cascas de frutas, legumes, poda de jardim, borra de café, cascas de ovos, etc.) em adubo

Como fazer?

1 – Separe seus resíduos em:

2 – Leve os orgânicos até a composteira
3 – Cubra com borra de café e folhas secas
4 – Utilize o adubo em jardins e hortas

 

 

 

 

Vamos compostar?

Projeto completo para seu condomínio, comércio, escolas, parques, etc.

  • Palestras, cursos e treinamentos
  • Fabricação de composteiras
  • Projeto de horta urbana

Reciclagem de Lâmpadas

Saiba como destinar suas lâmpadas. Esse material contém componentes tóxicos e devem ser entregues nos pontos de coleta, não deixe de fazer a sua parte!

O primeiro PEV (ponto de entrega voluntário) foi instalado em dezembro de 2016 e hoje já temos mais alguns pontos. e o objetivo é universalizar essa coleta atendendo todo o Brasil.

“No Brasil, a demanda para o tratamento de lâmpadas atinge 300 milhões de unidades e somente 6% são encaminhadas para a reciclagem (1). A logística reversa das lâmpadas constitui um dos programas com mais obstáculos a serem implementados como: o correto acondicionamento das lâmpadas em uma caixa apropriada para que sejam acumuladas para a coleta no caso de grandes geradores; a falta de pontos de coleta para consumidores em geral; a falta de incentivos no setor e o alto custo de toda a cadeia. Outro fator agravante são as lâmpadas que chegam de forma ilegal ao país e que competem com as lâmpadas nacionais (2)”

 

O programa de logística reversa de lâmpadas teve início em 2017 e já conta com vários pontos de coleta. Para saber o ponto de coleta mais perto de você basta acessar o site da reciclus (responsável pela logística reversa das lâmpadas) e colocar o seu CEP.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(1) MATOS, Waleria. Por um mercado mais sustentável. Revista Lumière Electric. Instalações e materiais elétricos, São Paulo, ed. 211, p. 39-42, nov. 2015.
(2) Polzer, Verônica. Desafios e perspectivas rumo ao gerenciamento integrado de resíduos sólidos nas cidades brasileiras: contribuições a partir de estudos de caso europeus. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) – Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2017.

Emissão de radônio em rochas ornamentais

Estava pesquisando sobre qualidade interna do ar e me deparei com alguns componentes que usamos como revestimento, por exemplo: tintas, carpetes, colas, etc. Um dos assuntos me chamou a atenção, a emissão de radônio de rochas ornamentais, principalmente o granito. Achei um artigo com mais informações, quem quiser ler mais a respeito e me ajudar na investigação será um prazer.
Tento levar aos meus alunos essas informações e curiosidade em pesquisar os materiais que são indicados num projeto. Qual o papel do arquiteto ao indicar um piso de granito interno, um carpete que será fixado com cola? Quais as emissões que esses revestimentos produzem e como afetam a nossa saúde? Não dá para não simplesmente não usarmos alguns deles?
Vejam o artigo sobre o assunto em: Inovação Tecnológica

How’s the waste-to-energy work?

Este vídeo demonstra o funcionamento de um incinerador com geração de energia (waste-to-energy). É um vídeo bem didático onde é possível acompanhar passo a passo, desde a chegada do rejeito, a transformação em energia e a distribuição desta na rede pública.

CASACOR São Paulo 2017

A CASACOR São Paulo 2017 foi um sucesso, conseguimos desviar mais de 98% dos resíduos sólidos gerados durante a montagem, exibição e desmontagem.

 

 

 

 

 

 

 

  • O entulho foi encaminhado para recicladoras que transformam o material em agregado não estrutural;

  • O gesso foi enviado para cimenteiras que utilizam o pó do gesso como aditivo no cimento;
  • A madeira foi parte transformada em cavacos para geração de biomassa e parte doada para ONGs;
  • O papel, papelão, plásticos, metais, vidro e isopor foram encaminhados para a reciclagem;
  • Os resíduos orgânicos produzidos pelos restaurantes foram transformados em adubo. Conseguimos tratar 3.500 kilos de restos de alimentos e podas de jardim através de um equipamento que utiliza enzimas para acelerar o processo (parceria com a empresa Dar Vida);
  • Mais de 30 toneladas de materiais de construção civil como pisos, vidros, espelhos, madeiras foram doados para ONGs.

 

Soluções integradas

Através das soluções integradas o cliente pode economizar matéria prima, água e energia!

Com a adequada infraestrutura é possível separar todos os tipos de resíduos (recicláveis, especiais, orgânicos, e outros) de forma eficiente, gerando emprego e renda em toda a cadeia.

Os resíduos orgânicos e o esgoto podem ser transformados em energia através da biodigestão anaeróbica. O biogás, resultado da degradação da matéria orgânica, pode ser utilizado no lugar do gás natural, para abastecimento dos fogões, como combustível de automóveis, aquecimento de água e eletricidade.

Técnicas de compostagem acelerada também transformam os resíduos orgânicos em composto e biofertilizante que podem ser utilizados no paisagismo urbano, em hortas urbanas, controle de erosão e na agricultura.

A empresa busca soluções integradas para todos os tipos de clientes (edifícios comerciais, residenciais, comércios (restaurantes, lojas, serviços), escolas, obras em andamento ou em projeto, etc.)

O escopo inclui os seguintes serviços:

• Diagnóstico – situação atual; caracterização dos resíduos sólidos e locais de geração; caracterização dos sistemas de energia e água
Projeto Zero Waste – soluções para minimizar a produção de resíduos; desenvolvimento do plano de gerenciamento integrado de resíduos sólidos, água e energia
Plano municipal de gerenciamento de RSU – para bairros ou cidades
Gerenciamento da fase de concorrência – licitação dos fornecedores que irão realizar as instalações de infraestrutura, coleta e destino dos resíduos
Gerenciamento da fase de construção
Treinamento
Treinamento contínuo
Programas de educação ambiental

O cliente pode optar em contratar um ou mais serviços isoladamente, incluindo ou não as três especialidades (resíduos sólidos, água e energia).

Economicamente viável e ambientalmente correto

Ao destinar os resíduos para a reciclagem ou compostagem o cliente economiza com taxa de aterro e transporte, além de proteger o meio ambiente.

Projetos sustentáveis

Fornecemos projetos sustentáveis que atendam às necessidades das empresas e seus colaboradores de acordo com a atividade desenvolvida.

Polzer Gerenciamento Ambiental propõe e implanta soluções ambientais integradas às diversas atividades.

Atendemos diversos segmentos: industrial, comercial e prestação de serviços

 

ONGs e COOPERATIVAS

Temos a missão de ajudar os nossos clientes a evitar a geração de resíduos e a destinar de forma ambientalmente adequada aqueles que foram gerados, seguindo a hierarquia da Política Nacional de Resíduos Sólidos que é a não geração, o reúso e a reciclagem e como última opção o destino dos rejeitos para aterros sanitários.

Dessa forma, gostaríamos de promover o reúso com doações de materiais principalmente para ONGs e Cooperativas de Catadores, se você participa de uma dessas instituições e gostaria de receber doações entre em contato conosco enviando as seguintes informações:

  • Nome da Instituição
  • CNPJ, endereço, telefone e e-mail de contato
  • Para as ONGs: contrato social, relatório de atividades do ano anterior
  • Para as cooperativas: Dispensa da licença de operação da Cetesb

Aguardamos seu contato!

 

Conheça nossos projetos zero waste

Projetos sob medida para atender as suas necessidades com foco na sustentabilidade econômica, social e ambiental.

Analisamos a situação existente (diagnóstico) e indicamos as oportunidades de melhoria para uma gestão de resíduos eficiente e sustentável.

São consideradas alternativas para a redução dos resíduos na fonte, reúso, reciclagem, compostagem e por último a destinação para os aterros sanitários, respeitando a hierarquia na gestão dos resíduos conforme a lei no 12.305 que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos.

objeitov

Atendemos:

  • Shoppings centers
  • Hotéis
  • Universidades, escolas
  • Indústrias
  • Supermercados
  • Condomínios comerciais
  • Condomínios residenciais
  • Obras em andamento
  • outros

Destinamos da melhor forma os resíduos gerados através de parcerias com empresas que realizam coleta e tratamento de cada tipo de resíduo:

  • Resíduo comum (classe IIA)
  • Orgânicos, poda de jardim
  • Papel, plástico, metal e vidro
  • Madeira
  • Entulho limpo
  • Gesso
  • Tecidos
  • Óleo de cozinha
  • Resíduos perigosos
  • Resíduos especiais
  • Outros

Publicação tese de doutorado

Desafios e Perspectivas rumo ao gerenciamento integrado de resíduos sólidos nas cidades brasileiras: contribuições a partir de estudos de caso europeus.

Challenges and perspectives towards the integrated management of solid waste in Brazilian cities:
contributions from European case studies

Download

 

RESUMO

Atualmente são produzidos mais de 1,3 bilhões de toneladas de resíduos sólidos por ano no planeta, de origem domiciliar, hospitalar, industrial, entre outras, sendo que grande parte desse volume tem como disposição final vazadouros a céu aberto, corpos d’água, terrenos baldios e outros locais não preparados para receber este tipo de material. Devido ao grande impacto gerado pelos resíduos sólidos ao meio ambiente e a saúde pública, faz-se necessário o desenvolvimento de um plano de gerenciamento integrado de resíduos sólidos que, em conjunto com as demais políticas públicas, promova os aspectos sociais, econômicos e ambientais dos centros urbanos. Dessa forma, a Política Nacional de Resíduos Sólidos, marco regulatório para o país, foi importante por esclarecer o papel de cada agente no manejo dos resíduos sólidos e também por determinar o encerramento dos vazadouros a céu aberto. Também estabeleceu a seguinte hierarquia no manejo dos resíduos sólidos: redução dos resíduos na origem, reutilização, reciclagem, recuperação energética e disposição final. Portanto, serão necessárias mudanças significativas na gestão dos resíduos sólidos nas cidades nos próximos anos e este tema poderia ser abordado de forma integrada e articulada com as demais políticas públicas, considerando soluções a médio e longo prazo, numa economia circular de desenvolvimento sustentável. No cenário europeu, a Suécia, junto com a Noruega, Dinamarca, Holanda, Áustria, Alemanha e Suíça, formam um grupo de países que destinam menos de 1% dos resíduos para os aterros sanitários. A Suécia foi o país escolhido para representar as técnicas empregadas na coleta e destinação adequada dos resíduos sólidos, pois apresenta também taxas altas de reciclagem, compostagem, e recuperação energética. Além disso, o gerenciamento integrado de resíduos sólidos está inserido em um programa nacional de desenvolvimento sustentável chamado SymbioCity, tornando as cidades suecas exemplos de pesquisa com resultados próximos ao 100% na destinação adequada dos resíduos.

Palavras-chave: Gerenciamento integrado de resíduos sólidos urbanos. Planejamento Urbano. Europa. Suécia. SymbioCity.

 

ABSTRACT

Currently, more than 1.3 billion tons of solid waste are produced every year around the world from households, hospitals, industries, among others. Most of this volume has as final destination places like dumps, groundwater, wasteland and other spaces that are not prepared to receive such material. Due to the large impact generated by the solid waste on the environment and public health, it is necessary to develop an integrated plan for solid waste management, which combined with other public policies can promote social, economic and environmental aspects of urban centers. Thus, the National Policy of Solid Waste, a regulatory milestone in Brazil, was important to clarify the role of each agent in solid waste management and also to determinate the definitive closure of dumps. Also, established the following hierarchy in solid waste management: waste reduction at source, reuse, recycling, energy recovery and then, landfill disposal. Therefore, significant changes in solid waste management will be needed in the coming years and this issue should be addressed with other public policies through an integrated and coordinated way, considering solutions in medium and long term. In Europe, Sweden along with, Denmark, Netherland, Austria, Germany and Switzerland, form a group of countries which allocate less than 1% of waste to landfills. Sweden was the country chosen to illustrate the engineering techniques in collection and proper disposal of solid waste because it has high rates of recycling, composting and energy recovery. Furthermore, its integrated solid waste management is part of a national program for sustainable development called SymbioCity, turning the Swedish cities research example, achieving results close to 100% in proper waste destination.

Keywords: Municipal solid waste management. Urban planning. Europe. Sweden.  SymbioCity.

 

POPULÄRVETENSKAPLIG SAMMANFATTNING

För närvarande genereras mer än 1,3 miljarder ton fast avfall i världen årligen från bland annat hushåll, sjukhus och industrier. Merparten av detta läggs i soptippar eller grundvatten eller hamnar på andra platser som inte är anpassade eller lämpade för att ta emot sådant material. På grund av den stora påverkan som fast avfall har på miljö och folkhälsa är det nödvändigt att ta fram en genomtänkt plan för avfallshantering, vilken tillsammans med andra offentliga riktlinjer kan ge en ökad livskvalitet för medborgarna genom att bättre ta hänsyn till sociala, ekonomiska och miljömässiga aspekter i städerna. National Policy of Solid Waste, en milstolpe för avfallsregleringen i Brasilien, har därför varit viktig för att tydliggöra varje aktörs roll i avfallshanteringen och för att identifiera vilka soptippar som behövde avslutas. Följande hierarki fastställdes även för avfallshantering: minskat avfall vid källan, återanvändning, materialåtervinning, energiåtervinning och sist deponering. För att få till lösningar på medellång och lång sikt måste stora förändringar vidtas i avfallshantering i Brasilien under de kommande åren. Avfallsfrågan behöver dessutom integreras och samordnas med andra offentliga mål och riktlinjer för uthållig samhällsutveckling. I Europa bildar Sverige tillsammans med Norge, Danmark, Nederländerna, Österrike, Tyskland och Schweiz en grupp av länder där mindre än 1 % av hushålls- och industriavfallet läggs på deponi. I denna studie har Sverige valts ut av länderna, på grund av dess höga grad av återvinning, kompostering och energiåtervinning, för att illustrera olika metoder som kan användas för att samla in och hantera avfall på ett effektivt sätt. Integrerad avfallshantering är dessutom en del av ett nationellt program för hållbar utveckling, SymbioCity, som tar tillvara svenska städers forskningserfarenher för att åstadkomma lämplig hantering av snart sagt allt hushålls- och industriavfall.

Nyckelord: Kommunal avfallshantering. Stadsplanering. Europa. Sverige. SymbioCity.

 

Encontros da Sustentabilidade

Nesta quinta, dia 25/08, a Polzer Gerenciamento Ambiental irá participar do work shop – Encontros da Sustentabilidade – da Virada Sustentável junto com a empresa Eccaplan / Sou Resíduo Zero na FEA-USP. Já fez sua inscrição?

Nosso desafio:

“Sabendo que um brasileiro típico gera em torno de 382kg de resíduos por ano, um europeu 500kg e um Americano 800kg, como engajar pessoas a consumirem menos, mudarem seus hábitos e assim evitarem a produção de resíduos, rumo a um estilo de vida “zero waste”

Referências:

Sou Resíduo Zero – http://souresiduozero.com.br
Zero Waste Europe – https://www.zerowasteeurope.eu
Zero Waste International Alliance – http://zwia.org
Zero Waste Home – http://www.zerowastehome.com
Trash is for tossers – http://www.trashisfortossers.com
The Rubbish Diet – http://www.therubbishdiet.org.uk

Videos:

You can live without producing trash – https://www.youtube.com/watch?v=nYDQcBQUDpw&list=PLSMWu1sj0PPfweYqvefF4jdI8f9GtTboO&index=4
Why I live a zero waste life – https://www.youtube.com/watch?v=pF72px2R3Hg&index=5&list=PLSMWu1sj0PPfweYqvefF4jdI8f9GtTboO

Zero Waste Home – https://www.youtube.com/user/ZeroWasteHome

Woman Shares Her Zero Waste Lifestyle Experience – https://www.youtube.com/watch?v=V-kAOP-uvnQ
Family of 7 Living Completely Off-Grid in Northern Canada – https://www.youtube.com/watch?v=v8Pe_u_4q5M

2014-08-19-11.11.36

Casacor São Paulo 2016 – video

Confiram o video da CASACOR São Paulo 2016

Video Casa Cor

Foi uma honra ter participado da Gestão de Resíduos Casacor 2016

Conseguimos desviar para a reciclagem e compostagem mais de 80% dos resíduos que iam para os aterros sanitários!!!

2016-07-14 10.59.32

 

 

CASACOR 2016

CASACOR 2016

Separação e reciclagem dos resíduos de construção e demolição, resíduos recicláveis e compostagem de orgânicos. Mais de 90% dos resíduos foram desviados dos aterros sanitários.

2016-07-14 10.59.32

01

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compostagem de material orgânico durante a exibição e reciclagem de todos os resíduos produzidos durante a montagem, exibição e desmontagem:

2016-06-14 16.49.15      IMG_7656

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Resíduos de construção e demolição separados por caçamba e destinados a reciclagem: entulho, madeira, gesso e sucata metálica.

2016-07-15 10    04

 

Grandes Geradores

Leia o informe da prefeitura e saiba se o seu empreendimento ou estabelecimento é um grande gerador e se enquadra no Decreto 48251/2007.

Prefeitura SPPolzer Gerenciamento Ambiental é uma empresa com foco na redução da geração de resíduos na fonte e no desvio dos resíduos gerados para a reciclagem e compostagem.

Através da redução e dos tratamentos adequados dos resíduos o cliente economiza com transporte e taxa de aterro.

Temos parcerias com empresas que realizam a coleta e o transporte de cada tipo de resíduo. Oferecemos uma solução completa para o gerenciamento dos resíduos sólidos do seu negócio!

 

Sucata eletrônica

Como descartar corretamente os resíduos eletroeletrônicos?

Coopermiti 01

Coopermiti 03

Se você tem em casa equipamentos eletroeletônicos que estão quebrados ou sem uso e não sabe como descartá-los, procure uma cooperativa ou um ponto de entrega voluntário que receba esse material.

Gostaria de recomendar o trabalho da Coopermiti, cooperativa cadastrada da prefeitura de São Paulo. Eles coletam resíduos eletroeletônicos em grande quantidade dos pontos de coleta e de grandes geradores e também recebem o material no local.


Locais de entrega de e-lixo:

Coopermiti 04

Coopermiti
(11) 3666-0849 / 99301-7696 – Rua João Rudge, 366 – Casa Verde

Pontos de coleta da Coopermiti:
CEU FORMOSA – (11) 2216-4622 – Rua Sargento Claudiner Evaristo Dias, 10 – Parque Santo Antônio

COLÉGIO HEITOR GARCIA – (11) 3853-4996 – Rua Roma, 350 – Lapa – CEP 05005-090 – Horário de funcionamento para o descarte: 7 às 19 h.

CONTINENTAL SHOPPING – 4040-4981 / 2666-3830 – (pequenos objetos) Av. Leão Machado, 100 – Jaguaré

ETEC PINHEIROS – APM – Escola Técnica Estadual Guaracy Silveira – (11) 3813-3986 Rua Ferreira de Araújo, 527 – Pinheiros

ECoopermiti 02TEC Vila Formosa – (11) 2211-6485 – Rua Bactória, 38 – Jardim Vila Formosa

PAÇO CULTURAL JULIO GUERRA – (11) 5523-6455 – Praça Floriano Peixoto, 131 – Santo Amaro

PARQUE LUIS CARLOS PRESTES – (11) 3721-4965 – Rua João Della Manna, 665 – Butantã

PARQUE DA PREVIDÊNCIA – (11) 3721-8951 – Rua Pedro Peccinini, 88 – Jardim Previdência

PARQUE ALFREDO VOLPI – (11) 3031-7052 – Rua Engenheiro Oscar Americano, 480 – Morumbi

SANTANA PARQUE SHOPPING – (11) 2238-3002 (pequenos objetos) – Rua Conselheiro Moreira de Barros, 2.780 – Santana


Coopermiti 05Observações:

* Materiais que não recebem: lâmpadas, TVs e Monitores abertos ou rachados, vazando componente químico.
*Não coletam somente pilhas e sim se estiverem com e-lixo no ato da coleta, fazem parte do programa da Abinee.
*Oferecem serviço de destinação para os itens abaixo mediante orçamento:
– Monitor e Televisor CRT, Monitor e televisor LCD, Fibra ótica, Fitas magnéticas (DAT, VHS, K7, BETACAM, DISQUETES, etc…), toner e cartucho de tinta.

Palestra Swedcham

Blog da Alexandra Andersson sobre a palestra Symbiocity na Câmara do Comércio Brasil – Suécia.

Confira a matéria no link: http://blog.liu.se/alexandraandersson/tag/polzer/

palestra swedcham 01 palestra swedcham 02

Borås, Suécia – Reciclagem de 99% dos RSU

2014-12-01-11.45.34Tive oportunidade de visitar a cidade de Borå2014-12-01-12.24.03s na Suécia e conferir o sistema óptico de separação de resíduos, 99% dos resíduos são aproveitados (orgânico e esgoto para produção de biogás, recicláveis voltam para as indústrias e o rejeito vira energia, somente 1% vai para os aterros sanitários). Cada um tem a sua responsabilidade para o sistema funcionar (governo, sociedade, iniciativa privada).

Nós podemos fazer algo semelhante aqui, basta começarmos separando nossos resíduos na fonte: recicláveis, orgânicos (para compostagem) e rejeitos (o que não pode reciclar ou compostar). Um brasileiro típico produz cerca de 51% de matéria orgânica, 35% de materiais recicláveis e 14% de rejeitos. Portante, somente 14% do que produzimos poderia ter como destino os aterros sanitários, o restante não é lixo e sim recursos econômicos, sociais e ambientais que estamos desperdiçamos.

Como eu posso ajudar? Separando os resíduos em casa! Faça a sua parte para que possa cobrar do governo (coletas separadas e infraestrutura) e da iniciativa privada (logística reversa e reciclagem) a parte deles!!!!

Confira a reportagem no link:

Composteira caseira

Composteira Caseira – Faça você mesmo!

2015-12-22 15.42.42Composteira caseiraEstou compartilhando as fotos passo a passo de uma composteira de 100 litros que pode ser utilizada em residências.
Você vai precisar de: bombona plástica 100 litros com torneira; tela mosquiteira (1m); dobradiça, 6 parafusos, 6 arruelas e 6 porcas para a portinhola coletora do adubo; tesoura, estilete, furadeira, serra-copo; argila expandida.

O que pode colocar na composteira:

VERDES (ricos em nitrogênio)
• Folhas verdes, grama, flores
• Podas de jardim, plantas em geral
• Restos de comida
• Restos de cascas de frutas, legumes e verduras
• Restos de migalhas de pães, biscoitos, cereais
• Restos de grãos, farinha, massas e arroz cozidos
• Borra de café (incluindo o fitro), saquinhos de chá…
• Estrume de bovinos, suínos, caprinos, ovinos e galináceos
• Cascas de ovos

MARRONS (ricos em carbono)
• Serragem de madeira, galhos e cascas de árvores
• Papelão, papel de jornal
• Restos de poda seco, folhas secas, grama e capim secos
• Caixas de cartão, papelão, guardanapos
• Aparas de madeira
• Palhadas de milho e banana, feno, palha

Não colocar na composteira:
• Fezes e urina humana e de pets
• Produtos químicos em geral
• Restos de carne ou peixe, ossos e espinhas (pode atrair roedores e baratas)
• Papel higiênico usado ou fraldas
• Cinzas e bitucas de cigarro
• Gorduras e laticínios (pode atrair roedores e baratas)
• Madeiras envernizadas, vidro, metal
• Óleo de cozinha, outros óleos, tintas, plásticos, papel plastificado
• Restos de comida muito temperada
• Ervas invasoras e vegetais doentes, com pragas
• Remédios

 

Como fazer a compostagem:

1. Lugar para colocar a composteira: Se possível, coloque a composteira perto da cozinha; assim fica mais fácil o descarte de restos de comida. É importante que ela fique num local arejado e sombreado, por exemplo em baixo de uma árvore.

2. Materiais a compostar: Recolha e misture materiais verdes e marrons apropriados para a compostagem. Devemos ter duas vezes mais elementos marrons do que verdes. Adicione cada dia um pouco de serragem, palha seca, folha seca ou papelão à composteira, como cobertura, deixando os materiais verdes embaixo.

3. Controlando o processo de compostagem: Para se desenvolver bem, os micro-organismos precisam de condições adequadas de areação, umidade e temperatura. Os restos orgânicos devem estar úmidos, mas não molhados. Caso o material fique muito seco colocaremos um pouco de água. Devemos remexer o material uma ou duas vezes por semana para permitir a areação. Devemos controlar para que a temperatura não supere os 70 graus. Se ocorrer, remexa os materiais.

4. Como saber se o composto está pronto? No final o composto deve apresentar um aspecto o qual não é possível distinguir os tipos de material. Ele deve ter a cor escura e cheiro de terra. Quando esfregamos nas mãos, elas não ficam sujas. O processo leva em média 2 meses.

5. O chorume, ou biofertilizante pode ser utilizado no combate de pragas no jardim. Basta diluir o biofertilizante. São 20 partes de água para uma parte de biofertilizante.

Desenvolvimento urbano sustentável, Hammarby Sjöstad, Estocolmo

Publicação do artigo sobre o desenvolvimento urbano sustentável no bairro de Hammarby Sjöstad em Estocolmo, confira no link: Holos Environment.

2014-09-26-08.48.35RESUMO2014-09-26-08.49.52

Hammarby Sjöstad é um bairro localizado ao sul da cidade de Estocolmo. Considerado um dos bairros mais sustentáveis do mundo, servindo de modelo não só para as cidades suecas e para o conceito Symbiocity, mas para todos os demais centros urbanos. Construído numa área portuária e industrial o bairro transformou e revitalizou não só o local de implantação, mas todo o seu entorno. A meta foi construir um novo bairro cujo impacto ambiental fosse 50% inferior comparado às construções anteriores do local. Para isso foram utilizados métodos construtivos eficientes e com menor desperdício, utilizando materiais locais e de reuso. O bairro oferece ainda tratamento de água e esgoto no local, coleta de resíduos sólidos pneumática, sistema de transporte coletivo conectado ao existente, amplas áreas verdes com mobiliário urbano, calçadas e ciclovias integrando todos os espaços. A qualidade de vida da população e o respeito ao meio ambiente foram os fatores determinantes que permitiram tornar o local um centro de referência no quesito sustentabilidade.
Palavras-chave: Desenvolvimento urbano sustentável. Hammarby Sjöstad. SymbioCity. Gerenciamento de resíduos sólidos.


2014-09-26-08.28.11 2014-09-26-08.46.27ABSTRACT

Hammarby Sjöstad is a district located in the south of Stockholm. It is considered one of the most sustainable neighbourhoods in the world, serving as a model not only for the Swedish cities and the SymbioCity concept but also for all other urban centres. The neighbourhood was built in a port and industrial area and its construction was responsible for transforming and revitalizing not only the site of implantation but all its surroundings. The goal was to build a new neighbourhood whose environmental impact was 50% lower compared to the previous construction site. To this effect, efficient construction methods were used, considering less production of waste and the use and reuse of local materials. The neighbourhood also offers water and sewage treatment on site, pneumatic solid waste collection, and public transportation connected to the existing system, large green areas with urban equipment, sidewalks and bike paths integrating all spaces. The population’s quality of life and the respect for the environment were the key factors that allowed make the place a centre of excellence in the category of sustainability.
Keywords: Sustainable urban development. Hammarby Sjöstad. SymbioCity. Solid waste management.

Lixo Oceânico

2015-06-14 14.36.25

O Jornal Nacional ontem (03/11/2015) apresentou uma matéria sobre a poluição nos oceanos. Vale a pena ver o video e a reportagem no link abaixo:

Pesquisa descobre para onde lixo jogado nos oceanos é arrastado

Venho comentando sobre esse assunto desde o meu mestrado e gostaria de chamar a atenção para o tema. Você sabia que 80% desses resíduos tem como origem o continente? Somente 20% vem das embarcações. Toneladas de resíduos produzidas diariamente nas nossas cidades chegam até os rios e dos rios atingem os oceanos. Desde micro resíduos, que as pessoas não dão importância ao descartarem no chão, como papel de bala e bitucas de cigarro até sacos de lixo que são simplesmente jogados em terrenos baldios, calçadas ou ainda diretamente nos corpos d’água.

Os resíduos acumulados nos giros oceânicos já ultrapassam duas vezes o território do Brasil!! Para cada 1kg de plâncton (“alimento do ecossistema aquático”) há 6kg de resíduos marinhos, a maioria plástico. Além disso as algas marinhas são responsáveis pela produção de 55% do oxigênio liberado no planeta. As florestas também produzem oxigênio mas a grande maioria é consumida ali mesmo, portanto, dependemos do oceano também para respirarmos!

A situação é dramática mas como podemos ajudar?
Primeiro, reduza a sua produção de resíduos e o seu consumo! Evite utilizar sacos plásticos e materiais descartáveis, como copos plásticos, por exemplo. Leve sempre a sua caneca com você! Eu tenho uma pequena caneca metálica que deixo na bolsa, é leve e fácil de carregar. Leve sua ecobag também com você, assim poderá sempre recusar as sacolinhas plásticas. Planeje suas refeições e compre somente o necessário, evite o desperdício de alimentos. Essas e outras ações irão reduzir muito a produção de resíduos.

Se o resíduo foi produzido, separe-o para reciclagem ou compostagem. Na minha casa separo em 3 frações: recicláveis, orgânicos e rejeitos (material que não pode ser reciclado ou compostado). Fazendo essa separação você irá se surpreender com a redução na quantidade de rejeito produzida e que vai para o aterro sanitário. O desafio é produzir menos resíduos, reciclar e compostar o restante e e enviar o mínimo possível para os aterros! Se cada um fizer a sua parte nós conseguiremos! Não é dificil, é como incorporar um novo hábito. Depois de alguns dias já fará parte da rotina, como escovar os dentes, por exemplo.

Mais algumas dicas: ao separar os resíduos para a reciclagem, reduza o volume do material, amassando garrafas plásticas e mantenha tudo limpo e seco, isso irá facilitar o transporte e a triagem. As caixas de papelão também devem ser desmontadas. Quanto mais organizado estiverem os resíduos mais fácil será a triagem na cooperativa de catadores. Por isso, ainda organizo em papel, metal, vidro e plástico. Aproveite as próprias embalagens para organizar seus resíduos.

Em relação aos orgânicos você pode destiná-los para uma composteira caseira ou minhocário e depois usar o adubo nos seus vasos ou doar para os amigos. O minhocário você pode comprar pronto para o uso, já com as minhocas que irão acelerar o processo de compostagem, em dois meses você já terá o seu adubo. Ou você pode optar por uma composteira caseira sem minhocas. Pode usar caixas de plástico ou bombonas de azeitona ou outro container plástico que tiver em casa, coloque um pouco de terra seca e alterne com matéria orgânica, folhas secas e terra. Mantenha o material orgânico sempre coberto assim não terá problemas com insetos!

Quem precisar de ajuda ou tiver alguma dúvida sobre reciclagem e compostagem entre em contato, estou à disposição!

Verônica Polzer
Gerenciamento de resíduos sólidos
veronica@polzer.com.br
(11) 97123-1230
www.polzer.com.br
www.souresiduozero.com.br

 

Entrevista – Folha de SP

DSCN3419

Polzer Gerenciamento Ambiental deu entrevista para a Folha de São Paulo, confira no link abaixo:

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2015/09/1684258-com-usinas-ociosas-gestao-haddad-fica-longe-da-meta-de-reciclagem.shtml

 

 

Produtos de limpeza caseiros

bottle-146221_960_720Se você também tem alergia, ou quer economizar ou ainda ajudar a preservar o meio ambiente, fica as dicas de como fazer seus próprios produtos de limpeza:

Você vai precisar basicamente de:
• Vinagre
• Suco de limão
• Bicarbonato de sódio

Esses três ingredientes têm propriedades bactericidas, abrasivas e ácidas tão eficientes quanto os produtos industrializados. Você pode usar para limpeza geral, remoção de mofo, limo, manchas e gordura.

“A maioria dos detergentes comuns estão cheios de poluentes como lixívia, amônia, álcool, destruidores do meio ambiente. Estes tipos de componentes químicos são péssimos para a qualidade do ar da casa, e podem mesmo contribuir para problemas respiratórios. ”


RECEITAS (Fonte: Mulher)

DESENGORDURANTE
Ingredientes:
• 300 ml de vinagre branco
• Suco de um limão
• Uma colher de chá de detergente caseiro (veja receita abaixo)
• Dez gotas de óleo essencial de limão.

Misture bem todos os elementos e utilize um borrifador para aplicação do produto.
O vinagre e o limão são capazes de remover gorduras por causa de seus componentes principais, o ácido acético e o ácido cítrico, respectivamente. A alta concentração de tais substâncias na solução potencializa a ação desengordurante. O óleo essencial funciona como aromatizante.

LIMPA-VIDROS CASEIRO
Ingredientes:
• Um litro de água
• Três colheres de sopa de vinagre branco.
Basta misturar as substâncias e utilizar um borrifador para aplicar a solução sobre a superfície a ser limpa.
O principal componente do vinagre é o ácido acético, que tem boa capacidade para a remoção de gorduras sem deixar resíduos, além de possuir ação desinfetante

DETERGENTE CASEIRO
Ingredientes:
• Dois litros de água
• 250 gramas de sabão em barra neutro (ralado)
• Duas colheres de sopa de bicarbonato de sódio
• Duas colheres de sopa de suco de limão
Aqueça a água, adicione o sabão e mexa até dissolver. Depois de fria, acrescente à solução o bicarbonato e o suco de limão.
A mistura do ácido cítrico do limão ao bicarbonato forma citrato de sódio que, em contato com a água, eleva o pH e potencializa a ação desengordurante do sabão.
Onde usar? Na lavagem das louças e na limpeza de superfícies (azulejos e pisos da cozinha e do banheiro, por exemplo)

DESINFETANTE CASEIRO
Ingredientes:
• Dois litros de água
• 250 ml de álcool etílico hidratado 70 °INPM
• 125 gramas de sabão de coco (ralado)
• 20 folhas verdes de eucalipto
Deixe as folhas de eucalipto de molho no álcool por três ou quatro dias. Espere o tempo indicado e reserve a solução. Em uma panela, aqueça a água e acrescente o sabão, mexendo até dissolver. À mistura já fria, adicione o álcool do molho (sem as folhas) e incorpore bem.
Como age? O sabão faz a limpeza propriamente dita, enquanto o álcool e o eucalipto têm ação desinfetante. Onde usar? Na higienização do banheiro

LIMPADOR MULTIUSO 1
Ingredientes:
• 180 ml de água
• 90 ml de vinagre branco
• 90 ml de detergente caseiro (veja a receita)
• Dez gotas de um óleo essencial de sua preferência (lavanda ou eucalipto, por exemplo).
Misture bem todas as substâncias e utilize um borrifador para aplicação da solução sobre a superfície a ser limpa.
Onde usar? Na limpeza geral de pisos e azulejos

LIMPADOR MULTIUSO 2
Ingredientes:
• Um litro de água
• Quatro colheres de sopa de bicarbonato de sódio
• Uma colher de sopa de vinagre branco ou de limão.
Misture bem todas as substâncias e utilize um borrifador para aplicação da solução.
Como age? O vinagre ou limão reage com o bicarbonato e forma, além de água e gás carbônico, acetato de sódio (no caso do vinagre) ou citrato de sódio (no caso do limão). A combinação do acetato ou citrato com a água promove a elevação do pH da solução, fazendo com que gorduras e outras sujeiras resistentes sejam eliminadas.
Onde usar? Na limpeza geral de pisos, azulejos e outras superfícies engorduradas (fogão, pia ou box do banheiro, por exemplo)


MAIS DICAS (Fonte: M de Mulher)

VINAGRE

vinegar-768948_960_720Com alta concentração de ácido acético, o líquido funciona como um potente desinfetante e desengordurante. Os melhores para a limpeza são o branco (de álcool) e o de maçã

Antimofo: remova esse odor desagradável do armário limpando-o com um pano embebido na mistura de 3 litros de água quente com 1 ou 2 colheres (sopa) de vinagre branco.

Fim da gordura: ponha um pouco de vinagre puro sobre a gordura do fogão, deixe agir por um minuto e limpe.

Rejunte branquinho: aplique vinagre puro com uma escovinha de dentes no rejunte do azulejo. Aguarde pelo menos duas horas para enxaguar com água. A dica também vale para limpar aquela parede com marcas de móveis ou de sapatos.

Brilho em vidros e espelhos: dissolva 1 parte de vinagre em 4 de água quente e limpe essas superfícies. Os vidros ficam ainda mais transparentes!

Tapetes e carpetes novinhos: para limpar essas peças, aplique uma mistura com a mesma quantidade de vinagre branco e água.

Amaciante: substitua o produto convencional por 1/2 copo de vinagre no último enxágue da roupa. Ela fica supermacia…

 

BICARBONATO DE SÓDIO:

baking-soda-768950_960_720A base de dióxido de carbono e hidróxido de sódio, o bicarbonato é bactericida e uma excelente alternativa para os produtos de limpeza abrasivos. Use-o, sempre com luvas, na limpeza da cozinha e para afastar odores desagradáveis.

Forno brilhante: molhe um pano macio numa mistura de 1/2 litro de água quente e 3 colheres (sopa) de bicarbonato. Aplique em todo o forno e, após uma hora, retire-o com um pano úmido.

Ralos desentupidos: misture bem 1 xícara (chá) de sal, 1 de bicarbonato e 1 litro de água quente. Jogue no ralo.

Carpete cheiroso: para eliminar o odor forte, provocado por animais de estimação ou pela falta de ventilação no ambiente, pulverize bicarbonato de sódio sobre o carpete usando uma peneira grande. Deixe agir por dez minutos e aspire. Não passe vassoura para evitar que o tapete fique branco.

Geladeira limpinha: sempre depois de finalizar a limpeza da geladeira e do freezer, passe um pano úmido com bicarbonato na parte interna para desinfetar o local.

SUCO DE LIMÃO

lime-1269982_960_720O ácido cítrico do fruto ajuda a dissolver o limo e até manchas de ferrugem.

Louça sem gordura: dilua 1/4 de xícara (chá) de suco de limão em água e aplique na peça com um pano macio.

Antiferrugem: retire esse tipo de mancha de talheres, grelhas e fogão esfregando a superfície com suco de limão e uma esponja.

MULTIUSO CASEIRO

Num frasco de vinagre de maçã, junte 3 colheres (sopa) de bicarbonato de sódio e 1 copo de extrato de raspa de juá (árvore típica do Nordeste, também conhecida como juazeiro), à venda em lojas de produtos naturais. A solução tem validade de até seis meses se for guardada bem fechada e à sombra.”

 

Fontes pesquisadas:
http://mdemulher.abril.com.br/…/use-solucoes-naturais-na-li…
http://umavidaverde.com/…/limpeza-ecologica-com-ingrediente…
http://mulher.uol.com.br/…/faca-produtos-de-limpeza-naturai…

Palestra – RSU na Europa

Minha última palestra do ciclo de meio ambiente será sobre:

Legislação e instrumentos econômicos europeus na gestão de resíduos

Auto_scrapyard_1 11._Zelzate_Terranova_Belgium

imagem

Irei abordar o cenário europeu no gerenciamento de resíduos e comentar o que os países líderes estão fazendo para promover a redução das emissões de gases de efeito estufa no setor de resíduos, diminuir a produção de resíduos e aumentar a taxa de reciclagem e tratamento biológico de orgânicos: Alemanha, Holanda, Dinamarca, Bélgica, Suíça, Noruega, Suécia e outros!

Sorting1

Local:
Senac Santa Cecília – Alameda Barros, 910 – Santa Cecilia
Entrada franca
Dia: 01/10/2015 (quinta)
Horário: 19h às 22h

Análise de impactos ambientais e econômicos – Aterro x WtE

Convido a todos para a minha próxima palestra:

Ciclo de Palestras – Meio Ambiente
3/9/2015 – 19 às 22 horas
Palestrante: Verônica Polzer
Local: Auditório do Senac Santa Cecília

Análise de impactos ambientais e econômicos – comparação entre aterros sanitários e incineradores com geração de energia (WtE)

O Senac Santa Cecilia promove no 2º semestre de 2015, um ciclo de palestras que abordam as questões relativas ao meio ambiente e as certificações necessárias para atuar na área.

Para inscrever–se, entre em contato pelo telefone (11) 2178.0200 ou envie e-mail para santacecilia@sp.senac.br. Vagas limitadas.