(+55 11) 3081-3556 contato@polzer.com.br

Archive for Mês: outubro 2017

Reciclagem de Lâmpadas

Saiba como destinar suas lâmpadas. Esse material contém componentes tóxicos e devem ser entregues nos pontos de coleta, não deixe de fazer a sua parte!

O primeiro PEV (ponto de entrega voluntário) foi instalado em dezembro de 2016 e hoje já temos mais alguns pontos. e o objetivo é universalizar essa coleta atendendo todo o Brasil.

“No Brasil, a demanda para o tratamento de lâmpadas atinge 300 milhões de unidades e somente 6% são encaminhadas para a reciclagem (1). A logística reversa das lâmpadas constitui um dos programas com mais obstáculos a serem implementados como: o correto acondicionamento das lâmpadas em uma caixa apropriada para que sejam acumuladas para a coleta no caso de grandes geradores; a falta de pontos de coleta para consumidores em geral; a falta de incentivos no setor e o alto custo de toda a cadeia. Outro fator agravante são as lâmpadas que chegam de forma ilegal ao país e que competem com as lâmpadas nacionais (2)”

 

O programa de logística reversa de lâmpadas teve início em 2017 e já conta com vários pontos de coleta. Para saber o ponto de coleta mais perto de você basta acessar o site da reciclus (responsável pela logística reversa das lâmpadas) e colocar o seu CEP.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(1) MATOS, Waleria. Por um mercado mais sustentável. Revista Lumière Electric. Instalações e materiais elétricos, São Paulo, ed. 211, p. 39-42, nov. 2015.
(2) Polzer, Verônica. Desafios e perspectivas rumo ao gerenciamento integrado de resíduos sólidos nas cidades brasileiras: contribuições a partir de estudos de caso europeus. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) – Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2017.

Emissão de radônio em rochas ornamentais

Estava pesquisando sobre qualidade interna do ar e me deparei com alguns componentes que usamos como revestimento, por exemplo: tintas, carpetes, colas, etc. Um dos assuntos me chamou a atenção, a emissão de radônio de rochas ornamentais, principalmente o granito. Achei um artigo com mais informações, quem quiser ler mais a respeito e me ajudar na investigação será um prazer.
Tento levar aos meus alunos essas informações e curiosidade em pesquisar os materiais que são indicados num projeto. Qual o papel do arquiteto ao indicar um piso de granito interno, um carpete que será fixado com cola? Quais as emissões que esses revestimentos produzem e como afetam a nossa saúde? Não dá para não simplesmente não usarmos alguns deles?
Vejam o artigo sobre o assunto em: Inovação Tecnológica

How’s the waste-to-energy work?

Este vídeo demonstra o funcionamento de um incinerador com geração de energia (waste-to-energy). É um vídeo bem didático onde é possível acompanhar passo a passo, desde a chegada do rejeito, a transformação em energia e a distribuição desta na rede pública.

CASACOR São Paulo 2017

A CASACOR São Paulo 2017 foi um sucesso, conseguimos desviar mais de 98% dos resíduos sólidos gerados durante a montagem, exibição e desmontagem.

 

 

 

 

 

 

 

  • O entulho foi encaminhado para recicladoras que transformam o material em agregado não estrutural;

  • O gesso foi enviado para cimenteiras que utilizam o pó do gesso como aditivo no cimento;
  • A madeira foi parte transformada em cavacos para geração de biomassa e parte doada para ONGs;
  • O papel, papelão, plásticos, metais, vidro e isopor foram encaminhados para a reciclagem;
  • Os resíduos orgânicos produzidos pelos restaurantes foram transformados em adubo. Conseguimos tratar 3.500 kilos de restos de alimentos e podas de jardim através de um equipamento que utiliza enzimas para acelerar o processo (parceria com a empresa Dar Vida);
  • Mais de 30 toneladas de materiais de construção civil como pisos, vidros, espelhos, madeiras foram doados para ONGs.