(+55 11) 3081-3556 contato@polzer.com.br

Archive for Mês: julho 2018

CASACOR – Reaproveitamento e reciclagem

Esta é a última semana da mostra CASACOR São Paulo, se você ainda não visitou venha e confira também a nossa central de triagem de resíduos e compostagem.

Na CASACOR conseguimos valorizar 98% dos resíduos algo inédito no setor. Essa valorização é fruto do trabalho conjunto da CASACOR, POLZER, Inovatech e todos os parceiros e colaboradores presentes na mostra.

Confira o vídeo: https://globoplay.globo.com/v/6888945/programa/

A Polzer Gerenciamento Ambiental é uma empresa focada em sustentabilidade. Desviando os resíduos do aterro sanitário reduzimos custos para o cliente e ainda trazemos benefícios ambientais e sociais.

Suécia – Valorização de 99% dos RSU

Você sabia que um sueco gera em torno de 420 kg de resíduos por ano? A cidade de Borås na Suécia, criou esse totem para chamar atenção dos cidadãos sobre a quantidade gerada e ajuda-los a reduzir essa geração e destinar corretamente o que for gerado. Apesar da grande geração o país consegue desviar 99% dos seus resíduos para a reciclagem, compostagem, biodigestão e valorização energética, menos de 0,7% vai para os aterros sanitários.

Que a Suécia seja a nossa inspiração, não é impossível e essa mudança começa com cada um de nós. Você já separou seus resíduos hoje? E os orgânicos, vamos compostar?

Foto: Polzer, 2014.

CASACOR rumo ao zero waste!

Na CASACOR conseguimos reutilizar e reciclar 98% dos resíduos gerados. Tudo é aproveitado, nada se perde. Visite a mostra e venha conhecer a nossa central de valorização de resíduos.

Durante a montagem do evento conseguimos valorizar 99,5% dos resíduos gerados, desviando os materiais para a reciclagem, compostagem e doação.
O entulho encaminhamos para uma empresa que transforma os resíduos em agregados não estruturais, sendo amplamente utilizado em pavimentações de ruas e calçadas.
O gesso é encaminhado para as cimenteiras e fábricas de refratários.
A madeira, parte foi doada para as equipes que estavam trabalhando no evento e para ONGs e o restante é encaminhado para biomassa e reúso como cavaco e peças de artesanato.
Os materiais recicláveis são encaminhados para as cooperativas de catadores e aparistas.
Resíduos de terra, sobras de tapete de grama, areia, pisos, tecidos, etc., tudo o que for possível aproveitar é destinado como doação.
Os resíduos orgânicos do refeitório e as podas de jardinagem e varrição de folhas vão para a compostagem. Durante a montagem conseguimos compostar 1 tonelada e esperamos terminar o evento com 5 toneladas. Parte do adubo gerado foi utilizado pelos paisagistas nos próprios espaços.

Observação: Foto do espaço Syhaus / Arthur Casas